O enxaimel é uma técnica construtiva baseada em um esqueleto de madeira, montado através de encaixes, sem a presença de pregos, e com preenchimento em tijolos à vista, típica de regiões da Alemanha.

A série Habitat/Habitar do SESCTV vai até Pomerode, no vale do rio Testo, em Santa Catarina, onde em meados do século XIX, estabeleceu-se uma colônia de imigração alemã baseada na agricultura de subsistência. Ali, os colonos reproduziram as técnicas conhecidas de seu país nas construções em enxaimel, às vezes com sotaque brasileiro.

As visitas nas casas revelam as memórias do modo de viver. Nas paredes estão relógios, retratos e armários que remetem à origem de seus moradores. As casas adaptadas para o frio ganham varandas para os trópicos. Ao lado da casa, o rancho, ou estábulo para a criação, reproduz a estrutura agrária germânica.

Esta técnica persistiu até a Segunda Guerra. Após o conflito, há uma etapa de negação da nacionalidade alemã, e o enxaimel é deixado de lado. Muitas casas são rebocadas, para esconderem seus tijolos à vista. Outras sofrem ataques de cupins ou reformas que alteram seus projetos.

Hoje, a falta de conhecimento técnico e a falta de recursos para a preservação põem em risco os imóveis remanescentes, e o turismo cultural pode ser a saída para a manutenção desta forma de construir.

Neste episódio: Dalmo Vieira (arquiteto e urbanista), Roseli Zimmer (arquiteta), Família Arntt, Roseana Lunghard (historiadora), Família Hamburg, Ronald Kreidel (turismólogo), Família Hann, Família Siewert.